Sexta-feira, 20 de Julho de 2012

O livro que mais marcou José Hermano Saraiva

Conheci José Hermano Saraiva em Janeiro de 2007 quando o Professor partilhou comigo, na sua confortável casa, e na calorosa presença da sua mulher, o livro que mais o marcou.

 

A conversa foi muito além do conteúdo do livro. Foi sobre a vida. Sobre o universo que, hoje mais pobre, ficou, ainda assim, marcado para todo o sempre pela sua passagem na terra.

 

Fica - tal como os relatos que nos apresentou nas aulas, nos livros, na TV - para a história. Para os contos da vida daqueles que têm a sorte de a viver.

 

--

 

 

"O Livro que me marcou" - José Hermano Saraiva

 

 

A História da Filosofia Ocidental”( 1945), de Bertrand Russell, “é um livro que li, reli e que foi, durante o meu curso, um dos livros de consulta permanente”, diz José Hermano Saraiva, “historiador e jurista”, como o próprio se denomina e é reconhecido.

Licenciado em Direito (1940) e em Histórico -Filosóficas (1946), Saraiva leu pela primeira vez esta obra quando era caloiro em Filosofia. “Na altura este livro era uma novidade”, recorda acrescentando que este o impressionou “por apresentar uma panorâmica geral e muito lúcida do pensamento filosófico Europeu.” Escrita por Russell, nos Estados Unidos, esta obra que mereceu duas citações quando o seu autor recebeu o Nobel da Literatura (1950), expõe o pensamento europeu visto de fora. “Olhar de fora permite sempre uma visão global e complexa diferente daquela que resulta de olhar de dentro”, afirma o antigo embaixador de Portugal no Brasil (1972-1974) e antigo ministro da Educação Nacional (1968-1970), para quem este livro marcou também “porque foi escrito por um homem inteligente. Por um homem que vê claramente e que de certo modo se desnuda dos preconceitos ocidentais e consegue (por isso) falar das coisas europeias sem blindagem.”. Esta obra filosófica – e, de grande relevância para algumas áreas do estudo das Relações Internacionais - tem como factor de diferenciação o facto de mostrar uma Europa vista de fora. Algo que na época não era comum e que impressionava. “Eu na altura, quando li esta obra, nunca tinha colocado um pé fora da Europa. Considerava que a Europa era o mundo”, confessa Saraiva dando a entender a importância desta obra aquando do seu lançamento. Como última nota: “Em relação à história de Portugal, “A História da Administração Pública em Portugal”, de Gama Barros, é uma obra fundamental para tudo quanto diga respeito ao comércio, às actividades económicas, à indústria, à agricultura, a todos aspectos da história nacional.”

Esta partilhada foi publicada na rubrica "Ideias em Estante", jornal Expresso, a 20 de Janeiro de 2007

Mais informações sobre o convidado em http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Hermano_Saraiva

 

 

Este post está também disponível em www.livrosavoltadomundo.blogs.sapo.pt

 

 

publicado por livrosemanias às 19:04
link do post | comentar | favorito
|


Mais sobre mim
Sobre a Mafalda

More about me
About Mafalda

Agenda
Agenda

África, Ásia e Brasil
Quer ir para Angola?

Around the World

pesquisar

 

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Homenagem ao Professor Ve...

Sócrates perde para Astér...

'Jogadas' com Blatter e o...

Ondjaki vence Prémio Lite...

Moçambique, Astérix, cris...

Biblioteca de Papel no CC...

Gomes Ferreira continua a...

MBA júnior, inteligência ...

Sócrates, Soares e Lula ...

" O meu programa de Gover...

arquivos

Maio 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

blogs SAPO

subscrever feeds