Quinta-feira, 6 de Setembro de 2012

" O Envelhecimento da Sociedade Portuguesa"

 

Maria João Valente Rosas, autora de " O Envelhecimento da Sociedade Portuguesa", responde a "três perguntas". 

 

 

 

 

 

1. Quais são as principais razões para vivermos, hoje, num país envelhecido?

 

Sintetizaria numa palavra: desenvolvimento. A perda do valor económico da criança (já não se espera que sejam os filhos a garantir a sobrevivência na velhice, nem sequer estes são a fonte essencial de rendimento familiar), as maiores qualificações (e o alargamento das expectativas profissionais), a independência das mulheres e a sua maior inserção no mercado de trabalho, a urbanização (associada ao anonimato e à liberdade) são, entre outros, fatores a ter em consideração para se compreender os débeis níveis de fecundidade (descendências menos numerosas, portanto), o que se reflete na diminuição de nascimentos. As melhorias das condições de vida e de saúde foram, ainda, decisivas para a diminuição dos níveis de mortalidade e, consequentemente, para o aumento do número de pessoas que atingem idades mais avançadas. Portugal não é, aliás, original por estar a envelhecer, pois as regiões mais desenvolvidas do mundo são também as mais envelhecidas. O ritmo do envelhecimento demográfico em Portugal poderia, contudo, ter sido menos acelerado do que foi nas décadas mais recentes. Tal aconteceu por a descida dos níveis de fecundidade e de mortalidade ter sido acentuadamente forte (muito rápida), agravado por uma emigração intensa centrada nas idades ativas mais jovens, também elas mais férteis.

 

2. O que pode – e deve – ser feito para nos adaptarmos à nova estrutura social?

 

Uma nova ordem social é o caminho. O problema das sociedades modernas não é o futuro, é o passado. Estamos presos a modelos disfuncionais que herdámos, em que as lógicas de vida partidas em fases antagónicas, a defesa incondicional dos direitos adquiridos ou as barreiras de idade e de nacionalidade em nada beneficiam o sucesso da sociedade e a felicidade individual. O tempo parcial da reforma e do trabalho, o exercício de várias carreiras, o reforço da formação ao longo da vida são, assim, algumas ideias avançadas no ensaio O envelhecimento da sociedade portuguesa, em substituição de outras que, apesar de desfasadas, ainda continuam a marcar as nossas vidas, como a reforma compulsiva, o emprego para toda a vida ou a carreira única.

 

3. Como analisa as recentes notícias, que dão conta que os jovens portugueses estão a sair do país, tal como os emigrantes estrangeiros que cá têm vivido nos últimos anos?

 

A confirmarem-se esses dados, concluo que estamos a perder uma oportunidade competitiva enorme, num tempo em que o conhecimento é cada vez mais decisivo. Portugal é um país ainda muito marcado pelo enorme défice de qualificações. Ora, em relação aos estrangeiros mais qualificados, não estamos a conseguir fixá-los, tendo sido aliás frequentes os casos de imigrantes de países do Leste Europeu em que desconfiámos das suas competências. Quanto aos jovens qualificados que estão a sair, o problema não está tanto na sua saída (numa sociedade globalizada, entradas e saídas deverão ser vistas como naturais), mas por três razões essenciais: (1) de precisarmos muito deles (são a geração mais qualificada), motivo por que Portugal fez um investimento tão sério nesses jovens; (2) de não irem apenas por um ano ou dois (corremos o risco de os outros países conseguirem fixá-los); (3) de não atrairmos imigrantes com igual nível de qualificação para compensar essas saídas (e, quando tal acontece, termos dificuldade em inseri-los no mercado adequado).

publicado por livrosemanias às 08:08
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Eduarda a 5 de Outubro de 2012 às 00:33
A melhor solução é mantermos-nos acordados com um bom café expresso (http://lojaonline.comprarcafes.com/)!!!

Isto tá mau... muito mau!!


De João a 9 de Outubro de 2012 às 15:32
Eduarda, é bom que tomes muito café. Obrigada pela sugestão do site.
E não penses que a vida está má. Ela, se procures, vai-te sorrir. Acredita!!!


Comentar post



Mais sobre mim
Sobre a Mafalda

More about me
About Mafalda

Agenda
Agenda

África, Ásia e Brasil
Quer ir para Angola?

Around the World

pesquisar

 

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Homenagem ao Professor Ve...

Sócrates perde para Astér...

'Jogadas' com Blatter e o...

Ondjaki vence Prémio Lite...

Moçambique, Astérix, cris...

Biblioteca de Papel no CC...

Gomes Ferreira continua a...

MBA júnior, inteligência ...

Sócrates, Soares e Lula ...

" O meu programa de Gover...

arquivos

Maio 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

blogs SAPO

subscrever feeds